Você viu? Prefeito afastado, morte após discussão, incêndio em depósito e outras notícias da semana no G1 MA


Veja quais foram as notícias em destaque ao longo da semana no portal G1 Maranhão. Você viu? Prefeito afastado, morte após discussão, incêndio em depósito e outras notícias da semana no G1 MA
Reprodução
Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do G1 Maranhão na semana de 6 a 12 de setembro.
Domingo (6)
Isadora Alves, de 1 mês de vida, sofre com cardiopatia congênita e precisa de cirurgia para sobreviver
Maria das Dores
A mãe Maria das Dores, de 37 anos, está vivendo um drama para conseguir uma cirurgia de emergência para a filha Isadora Alves, de 1 mês de vida, que sofre com uma cardiopatia grave e segue internada no hospital Materno Infantil, em São Luís. Segundo ela, Isadora foi diagnosticada ainda no ventre com cardiopatia congênita (hipoplasia do coração esquerdo) e precisa de leito em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica em outro estado, já que o Maranhão não tem estrutura para o tratamento necessário.
Segunda-feira (7)
Incêndio destrói veículos em depósito da polícia em Timon
Na manhã desta segunda-feira (7), um incêndio destruiu carros e motos apreendidos em um depósito da Polícia Civil em Timon, na região leste do Maranhão. Bombeiros de Teresina, no Piauí, também participaram do combate ao fogo. Ninguém ficou ferido e as causas do incêndio ainda serão investigadas.
Terça-feira (8)
Ponte do São Francisco, em São Luís
TV Mirante
São Luís completa 408 anos marcada por sua riqueza arquitetônica, história, e agora também pelo reconhecimento de sua cultura a nível mundial. Em uma capital tão única, cabe refletir sobre o que uma cidade assim agrega em cada ser humano que passa por essas terras. E São Luís, afinal, em quais aspectos pode ensinar o ser humano a ser melhor?
Quarta-feira (9)
Centro Educacional Sagres em São Luís (MA) suspendem as aulas presenciais após professora testar positivo para Covid-19.
Google Maps
O Centro Educacional Sagres, escola que pertence à rede privada de ensino de São Luís, suspendeu por 14 dias, as aulas presenciais na unidade após uma professora do Ensino Fundamental ter testado positivo para a Covid-19. As aulas na unidade devem permanecer de forma remota. A confirmação do diagnóstico da docente aconteceu no sábado (5). Segundo a direção, a professora havia apresentado sintomas alérgicos desde o dia anterior, mas acreditava que se tratava de uma sinusite alérgica, uma vez que ela possui a doença.Quinta-feira (10)
Quinta-feira (10)
Empresário é assassinado dentro de clínica veterinária em São Luís
Um empresário, identificado como José Eduardo Viegas Costa, 39 anos, foi assassinado a tiros dentro de uma clínica veterinária, no bairro Monte Castelo, em São Luís. José Eduardo era dono de uma pizzaria no São Francisco. O crime aconteceu na noite dessa quarta-feira (9), por volta das 19h40, e o suspeito de praticar o homicídio é um médico veterinário, identificado como Daniel Leite Cardoso, que presta serviços à clínica.
Sexta-feira (12)
Maior parte das vítimas de violência contra a mulher têm entre os 26 a 34 anos, diz estudo.
Reprodução/TV Mirante
De acordo com dados do núcleo especializado da Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), em 2020, o Maranhão já registrou, de janeiro a agosto, um total de 2.400 atendimentos de casos de violência contra a mulher. Isso representa uma média de 300 registros por mês. Segundo a defensora pública Lindevania Martins, a maior parte dos casos de agressão ocorre no seio familiar, praticada por companheiros e ex-companheiros, com quem a mulher tem filhos. Mulheres com vínculos de dependência financeira e psicológica também estão entre as que mais sofrem.
Sábado (12)
Mazinho Leite, prefeito de Cândido Mendes
Divulgação/Prefeitura de Cândido Mendes
A Justiça do Maranhão determinou nessa sexta-feira (11), o afastamento do prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite de Araújo, conhecido por ‘Mazinho Leite’, por ato de improbidade administrativa. O afastamento do político será pelo período de 180 dias e atendeu a um pedido do Ministério Público do Maranhão (MP-MA).