Plano de negócios ajuda empresária a consolidar clínica infantil


Sebrae apoia elaboração de planos de negócios em condições atrativas. Plano ajuda empreendedores a planejar negócio inicial e na expansão de empresas já em atividade. Isabel Cristina Almeida, apostou em plano de negócios para começar do jeito certo
Acervo pessoal
“Como médica, tenho a oportunidade de atender vários pacientes, tanto pela rede privada quanto pelo SUS. Trabalhando na rede pública em um dos municípios da Ilha (como concursada), eu via a dificuldade dos pacientes para conseguir uma consulta em subespecialidades dentro da pediatria. E percebia que a maioria das pessoas que buscam atendimento, nem sempre tem como pagar por uma consulta particular. Além disso, percebi que, às vezes, chega a faltar empatia no atendimento e que não havia nas outras clínicas populares, um espaço para as crianças, com brinquedos, um ambiente lúdico e agradável, bem adequado aos pequeninos. Então, vislumbrei aí uma oportunidade para empreender”, relata a médica Isabel Cristina Almeida e Almeida.
Desse desejo de humanizar o atendimento e oferecer um preço mais acessível aos clientes, nasceu, em novembro de 2019, a Clínica das Crianças (clínica de subespecialidades em pediatria), localizada em um centro comercial de São Luís, atuando no ramo dos estabelecimentos de saúde popular.
Pediatra, formada pela UFMA, Isabel fez residência médica no Hospital Universitário Materno Infantil, tem especializações pela Sociedade Brasileira de Pediatria, em Medicina do Sono (pela Associação Brasileira do Sono – ABS), com mestrado em Sono pela Universidade de Murcia, na Espanha.
Entre a decisão de se tornar empreendedora e abrir o negócio, Isabel vivenciou as dúvidas e incertezas dos primeiros passos. E decidiu buscar ajuda para começar do jeito certo. “Na minha formação, não tive nenhuma disciplina sobre gestão financeira. E, como o médico já tem uma certa fama de não saber gerenciar bem os seus recursos, resolvi buscar ajuda para planejar o empreendimento, incentivada por uma prima, que já havia feito alguns cursos no Sebrae”, explica Isabel.
No começo, pensei que iria fazer o plano e logo montar a empresa. Mas, durante a consultoria, percebi que o caminho era mais longo e fui me apaixonando mais ainda pelo projeto, incentivada pela consultora que me orientou sobre o local para instalar a clínica, sobre o mercado, ressaltando a importância de planejar cada etapa do investimento
Foram três meses entre a consultoria e inauguração da clínica no Shopping Passeio (bairro do Cohatrac, em São Luís) e um aprendizado sem igual. Com a pandemia, a Clínica mudou de endereço para ficar mais próxima da clientela. “Estamos agora no Barcelona Center (no bairro do Cohajap), acreditando no crescimento do nosso negócio, especialmente porque nos preparamos para isso”, reforça a empresária. “Quando há amor pelo que fazemos, fé em Deus e nos preparamos bem, as coisas acontecem”, acrescenta ela.
Ambiente lúdico para receber bens os pacientes é arma da clínica, empreendimento do ramo de saúde popular
Acervo pessoal
Plano de Negócios: o jeito certo de começar bem
Isabel Almeida faz parte do contingente de 54 milhões de empreendedores (dados da Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor GEM, 2018/2019) brasileiros. Segundo o estudo, o Brasil deve fechar 2020 com a maior taxa de empreendedores iniciais dos últimos 20 anos. Esse dado revela que 25% da população adulta está envolvida na abertura de um novo negócio ou com empreendimentos iniciais (menos de 1 ano a 3 anos e meio de atividade), mesmo com a crise gerada pela pandemia de coronavírus.
São empreendedores que se defrontam com o anseio de fazer dar certo o empreendimento e, para eles são estratégicas questões como um bom planejamento prévio, conhecimento do mercado, aposta em uma gestão eficiente e reforço ao comportamento empreendedor.
Esses fatores aparecem entre as conclusões dos estudos Sobrevivência das Empresas no Brasil (realizado pelo Sebrae, última edição de 2016), como determinantes para a sobrevivência dos negócios nos cinco primeiros anos de vida. O estudo revela que para 61% dos negócios que fecharam nessa fase, a falta de planejamento foi decisiva.
É aí que a busca por ajuda especializada por contribuir muito. E um bom plano de negócios pode fazer toda a diferença. “A sobrevivência da empresa é um fator que todos os empresários almejam. E, nesse sentido, as soluções Sebrae para elaboração de planos de negócios e o amplo conjunto de informações e orientações oferecidas em nossos canais de atendimento, algumas das quais o empreendedor tem acesso gratuito, podem ajudar muito na preparação da empresa para conquistar seu lugar no mercado”, analisa o economista e gerente da Unidade Regional do Sebrae em São Luís, Mauro Formiga.
Segundo ele, o plano pode ajudar na organização das ideias sobre o negócio, apoiando a gestão e o planejamento de como viabilizar o empreendimento, qual o nicho e o modelo de negócio mais adequado, mas também é um instrumento importante para orientar a expansão de empresas já em atividade, facilitando a captação de recursos e parcerias e a comunicação entre sócios, o empreendedor e sua equipe, investidores, fornecedores e parceiros.
Em 2019, a Unidade São Luís viabilizou a elaboração de planos de negócios para 54 novos empreendimentos na capital.
Esse instrumento não elimina os riscos de um negócio, mas ajuda muito a diminuir as incertezas e evita que erros sejam cometidos pela falta de uma análise precisa por parte do empreendedor. O Sebrae oferece consultorias para elaboração de planos de negócios em várias modalidades, desenhadas sob medida para as necessidades do empreendedor
Mauro Formiga, gerente da Unidade do Sebrae em São Luís.
Acervo Sebrae
O que é um plano de negócios e como ter acesso?
O plano de negócios é um documento que descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para o alcance desses objetivos, ajudando a diminuir riscos e incertezas.
Um plano de negócios permite identificar e restringir a possibilidade de erros no papel, evitando-se de cometê-los no mercado.
Dicas e orientações sobre como e porque elaborar o seu Plano de Negócios, você encontra disponíveis no Portal do Sebrae, onde também pode ser acessada uma cartilha, elaborada por técnicos da instituição, que pode ser acessada gratuitamente.
O Sebrae também oferece soluções de consultoria especializada para elaboração do Planos de Negócios em condições bastante atrativas. O empreendedor entra com 40% do valor total desse investimento e o Sebrae cobre os 60% restantes. Para isso, basta o empreendedor interessado procurar uma das unidades do Sebrae no Maranhão (em São Luís, no Jaracaty, Unidade Regional de São Luís).
Além disso, o empreendedor interessado pode buscar as informações iniciais para elaboração do plano, aproveitando o curso online, gratuito oferecido na Plataforma de EAD (Educação à Distância do Sebrae), também disponível regularmente na versão presencial nas 12 unidades do Sebrae espalhadas pelo Maranhão.
Plano de negócios ajuda empreendedores a trabalhar com base em dados, diminuindo incertezas da fase inicial.
Divulgação
O que deve conter um bom plano de negócios?
A finalidade do plano não é necessariamente dar viabilidade para o negócio, mas possibilitar que o empreendedor trabalhe com informações que o ajudem a trilhar para o sucesso, eliminado incertezas e obstáculos. Confira o que deve conter um bom plano de negócio:
1. Uma boa Análise da Oportunidade para averiguar inputs (fornecedores, produtos, prestadores de serviços e todos os elementos para que a empresa possa funcionar/produzir) e outputs (saídas ou mix de produtos/serviços que serão oferecido aos clientes). Após, definir o Posicionamento Estratégico do negócio.
2. Uma Análise de Mercado adequada ao tamanho do negócio e sua complexidade. Verificar aspectos macro (segmento de atuação), micro (região de atuação), a concorrência, fornecedores e identificar diferenciais competitivos. Também é fundamental dimensionar o mercado e definir o marketshare pretendido.
3. Uma Análise Estratégica inicial, utilizando-se dos métodos disponíveis de acordo com a complexidade do negócio.
4. Um Plano de Marketing inicial para o negócio, definindo o mix de produtos, formação de preços, praça de atuação e mecanismos de promoção iniciais. Lembrando que um estudo definitivo de marketing deverá ser elaborado com mais profundidade.
5. Um Plano Operacional, que identifique os processos produtivos da empresa, necessidades de infraestrutura, máquinas e equipamentos, logística, capacidade produtiva, prazos de fornecedores e de produção, mão-de-obra e tecnologia necessárias.
6. Um Plano Financeiro detalhado, prevendo a produção na capacidade máxima do negócio, as necessidades de investimentos, custos operacionais, necessidades de capital de giro e o uso de recursos de terceiros (financiamento). Nesta fase, leve em conta tributação, encargos e benefícios, amortização de investimentos e depreciação de bens.
7. Uma Análise de Cenários, verificando a viabilidade do mercado em cenário pessimista e otimista.
8. Uma Análise de Viabilidade Econômica, com a formulação de indicadores econômicos do plano, que ajudem a avaliar e reavaliar a estratégia inicial.
9. Com o Plano de Negócio feito, é hora de partir para a operação e de construir o Sumário Executivo, com todos os passos do plano listados, que você possa consultar sempre que precisar.
(Fonte: Planmax Consultoria)
Empreendedores citados:
Isabel Cristina Pinheiro Almeida e Almeida
Clínica das Crianças
Redes Sociais: Instagram
Endereço: Barcelona Center – Av. Daniel de la Touche, 987 – Cohama, São Luís – MA, 65074-115.
Contato: 98 98752-1797
Fernando Duailibe
Planmax Consultoria
Redes Sociais: Instagram

Serviço:
Portal do Sebrae
Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor GEM, 2018/2019
Sobrevivência das Empresas no Brasil
Plano de Negócios
Cartilha Como elaborar um Plano de Negócios
Sebrae no Maranhão
Artigo Tudo o que você precisa saber para criar seu plano de negócios
Curso on-line gratuito Como elaborar um Plano de Negócios
Canais de Atendimento Sebrae:
Central de Atendimento Sebrae 0800 570 0800
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Youtube, Twitter