Patrimônio de candidatos à Prefeitura de São Luís vai de zero a mais de R$ 4,3 milhões


Dados são do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), com base em informações divulgadas pelos 12 candidatos à prefeitura. Declaração de bens é obrigatória para quem quer concorrer as eleições. Em 2020, São Luís terá 12 candidatos a prefeito.
Magda Oliveira/G1
Os 12 candidatos que vão disputar a prefeitura de São Luís nas eleições deste ano, declararam para o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), patrimônios que vão de zero até R$ 4,8 milhões.
A declaração de bens é obrigatória para quem disputa as eleições no país. O prazo para que os partidos políticos e os candidatos apresentassem o requerimento de registro de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador terminou às 19h, do sábado (26).
Todas as candidaturas estão agora sob júdice e podem ser impugnadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno das eleições será realizado em 15 de novembro e o segundo está marcado para o dia 29, do mesmo mês.
ELEIÇÕES 2020: Veja quem são os candidatos à prefeitura de São Luís em 2020
Patrimônios milionários
Entre os candidatos, apenas quatro declararam ter um patrimônio superior a R$ 1 milhão, são eles Adriano Sarney (PV), Eduardo Braide (PODE), Carlos Madeira (Solidariedade) e Yglésio Moyses (PROS). Juntos, o valor dos bens ultrapassa os R$ 8,9 milhões.
O candidato que declarou o maior patrimônio foi Adriano Sarney (PV), com R$ 4.346.862,23. A maior parte corresponde a imóveis, veículos e fundos de investimento em empresas nacionais e multinacionais.
Em segundo lugar, aparece Yglésio Moyses (PROS), com R$ 2,3 milhões em bens. De acordo com o TRE-MA, grande parte do patrimônio do candidato é relacionado a imóveis e fundos da previdência social.
O terceiro maior patrimônio é de Carlos Madeira (Solidariedade), que declarou R$ 1.193.712,97. Entre os bens declarados à Justiça Eleitoral, estão imóveis, terrenos e aplicações financeiras.
O quarto maior patrimônio é de Eduardo Braide (PODE), com R$ 1.067.620,62. Grande parte dos bens declarados corresponde a dois imóveis, um veículo e quotas ou quinhões de capital.
Entre os 12 candidatos, Hertz Dias (PSTU) é o único que não declarou nenhum bem. Veja abaixo, por ordem alfabética, a lista completa dos candidatos a prefeito:
Patrimônios declarados pelos candidatos à prefeitura de São Luís:
Adriano Sarney (PV): R$ 4.346.862,23
Bira do Pindaré (PSB): R$ 950.000,00
Carlos Madeira (Solidariedade): R$ 1.193.712,97
Duarte Júnior (Republicanos): R$ 646.000,00
Eduardo Braide (PODE): R$ 1.067.620,62
Frankilin Douglas (PSOL): R$139.100,00
Hertz Dias (PSTU): Nenhum bem declarado
Jeisael Marx (REDE): R$ 225.673,67
Neto Evangelista (DEM): R$ 914.985,74
Rubens Pereira Jr. (PCdoB): R$ 943.089,73
Silvio Antônio (PRTB): R$ 422.162,81
Yglésio Moyses (PROS): R$ 2.300.000,00
Candidatos à vice-prefeito
Entre os candidatos à vice-prefeito de São Luís, os patrimônios declarados à Justiça Eleitoral vão de zero até R$ 610 mil. Dos 12 nomes, apenas quatro não declararam nenhum bem.
O maior patrimônio é de Honorato Fernandes (PT), que compõe a chapa de Rubens Pereira Jr. (PCdoB), com R$ 610 mil em bens declarados. Em seguida, aparece Esmênia Miranda (PSD), candidata a vice com Eduardo Braide (PODE), que declarou R$ 177 mil.
O terceiro maior patrimônio é de Luzimar Lopes (PDT), candidata a vice com Neto Evangelista (DEM), com R$ 165 mil em bens. Já Jancielma Fernandes (REDE), aparece em quarto lugar, com cerca de R$ 158 mil em bens declarados. Ela é candidata a vice-prefeita na chapa de Jeisael Marx (REDE).
Vall Nascimento (PV), Mauro César (PROS), Sargento Ana Célia (PRTB) e Jayro Mesquita (PSTU) foram os únicos que não declararam nenhum bem. Veja abaixo, por ordem alfabética, a lista completa de todos os candidatos a vice-prefeito:
Patrimônios declarados pelos candidatos à vice-prefeitura de São Luís:
Capitão Jeremias (Solidariedade): R$ 511,25
Esmênia Miranda (PSD): R$177.000,00
Fabiana Vilar (PL): R$ 80.000,00
Honorato Fernandes (PT): R$ 610.000,00
Jancielma Fernandes (REDE): R$ 158.000,00
Jayro Mesquita (PSTU): Nenhum bem declarado
José Ribamar Arouche (PSOL): R$ 80.000,00
Letícia Cardoso (PSB): R$ 39.606,00
Luzimar Lopes (PDT): R$ 165.000,00
Mauro Cesar (PROS): Nenhum bem declarado
Sargento Ana Célia (PRTB): Nenhum bem declarado
Vall Nascimento (PV): Nenhum bem declarado
Funciona Assim: O que faz o prefeito?