iPhone? iPad? O que esperar do novo evento da Apple nesta semana

A Apple anunciou na última semana um evento para a próxima terça-feira, 15, mas pouco foi dito oficialmente sobre o que se pode esperar. Uma tag com o símbolo da empresa no Twitter foi um dos primeiros indícios entre influenciadores e aficionados pela marca de que algo estava programado.

Inicialmente, acreditou-se que o evento traria a nova leva de iPhones 12 — nas versões tradicional e Pro. Eles devem ter pela primeira vez conectividade 5G e uma mudança no design, com bordas mais parecidos com alguns clássicos da Apple, como o iPhone 5. Mas rumores e até algumas declarações de executivos apontam que o aparelho não deve ser visto na terça-feira.

É tradição da empresa, desde 2012, lançar os novos smartphones em setembro e o anúncio deste evento trouxe consigo as especulações sobre o aparelho. Mas 2020 não é um ano normal, e isso inclui a Apple. Em junho, pela primeira vez, a gigante da tecnologia precisou fazer sua conferência global de desenvolvedores (WWDC) online, diante da pandemia de covid-19. Além disso, a empresa teve que mandar designers e engenheiros para trabalhar de casa e enfrentou problemas na cadeia de abastecimento na Ásia.

Jornalistas especializados na cobertura de Apple apontam que o iPhone 12 não será lançado na terça e o próprio diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, disse em uma conferência com analistas durante a divulgação de resultados da empresa que o smartphone deve vir algumas semanas mais tarde. O evento dos novos iPhones é esperado apenas para outubro este ano.

Mas, afinal de contas, o que se pode esperar de novidades no evento da Apple?

Apple Watch Series 6

De acordo com o portal MacWorld, uma das novidades lançadas na terça pode ser o novo Apple Watch Series 6, relógio inteligente da empresa. A suspeita vem de rumores que correm na imprensa americana mas também de um conjunto de metadados do evento, descoberto pelo desenvolvedor Guilherme Rambo, que inclui as palavras “Series 6”, mas não inclui iPhone 12, por exemplo.

Modo “eletrocardiograma” no Apple WatchDavid Paul Morris/Getty Images

É esperado que a nova geração do relógio traga ainda mais novidade em termos de cuidados com a saúde — foco da tecnologia nos últimos anos, que melhorou a métrica de atividades e trouxe até ferramentas para eletrocardiograma (ECG). Um dos rumores é que o Series 6 venha com funcionalidade de medir níveis de oxigênio no sangue, além de melhoras na função de ECG e a nova função de medição de qualidade do sono, uma novidade que vai valer para modelos antigos do relógio, já que ela será disponibilizada com a nova atualização do sistema operacional, o WatchOS 7.

iPad Air e sistemas operacionais

Outra novidade esperada é um novo iPad Air no dia 15. Segundo rumores iniciais, o novo modelo deve ter uma mudança significativa: o abandono da entrada lightining, um padrão nos produtos da Apple que foi deixado de lado recentemente apenas no iPad Pro, em prol de entradas do tipo USB-C. O botão Home também pode ser abandonado em prol de tela maior e com bordas mais finas.

É possível que os usuários também recebam as atualizações dos sistemas operacionais da empresa no iPad, iPhone e Watch. As novas versões foram anunciadas em junho, durante a WWDC, mas até o momento apenas as versões betas foram disponibilizadas. As atualizações devem ser lançadas em setembro e a empresa pode aproveitar o evento desta terça para lançar as novidades.

No iOS, sistema dos iPhones, haverá mudanças significativas. Será possível escolher a disponibilização dos aplicativos na tela: datas no calendário, temperatura e previsão do tempo poderão ter exibição maior, facilitando obter esses detalhes. Uma nova tela de exibição vai permitir diminuir também a quantidade de páginas na tela inicial, com a introdução da biblioteca de apps. A empresa também anunciou novidades para a Siri, que ganha uma repaginada, e também um aplicativo para tradução de conversa.

The post iPhone? iPad? O que esperar do novo evento da Apple nesta semana appeared first on Exame.