Facebook confere a maranhense título de embaixador em projeto de cidadania digital


Carlos Haidé é o único maranhense e um dos quatro embaixadores da região Nordeste, juntamente com outros 14 embaixadores do país. Facebook confere a maranhense título de embaixador em projeto de cidadania digital
Redes Sociais
Com melanina e alguns poucos reais, Carlos Haidé Sousa Santos, de 23 anos, virou cidadão digital. Na verdade, o título é Embaixador Cidadão Digital, conferido pela Safernet e o Facebook, na primeira edição do Programa, que quer levar ações remotas de promoção de cidadania digital e educação midiática para 30 mil alunos entre 13 a 17 anos de escolas públicas do país.
Único maranhense e um dos quatro embaixadores da região Nordeste, juntamente com outros 14 embaixadores do país, o técnico em Design de Móveis pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA).
“Vou tratar de segurança digital, privacidade, prevenção e enfrentamento de violência online, relacionamentos saudáveis na rede, autocuidado e educação midiática para jovens que estão todos os dias na rede, sabendo ou não como se proteger dos perigos que o mundo online também proporciona”, informou.
Haidé concorreu com mais de 260 inscritos, seguiu para a segunda etapa de desafios, passou por seis semanas de mentorias, entre julho e agosto, muito estudo e desenvolvimento de conteúdos para as redes sociais. “Estou muito feliz”, afirmou Haidé. “É um grande projeto, inspirador de grande importância social”, enfatizou.
Ele irá receber uma bolsa de R$ 1.500,00 para seguir no programa. “Me senti vitorioso, valorizado e capaz”, desabafou. “É muito bacana se esforçar por algo que acredita e chegar lá”, comemorou
Todo o processo aconteceu durante o período de pandemia. “De repente eu que tenho a vida muito ativa me vi preso em casa por meses”. “Então me inscrevi no programa como uma forma de aprender mais e ocupar a mente nesse período”, explicou.
O programa Cidadão Digital vai alcançar até 30 mil alunos, entre 13 e 17 anos de idade, em 14 estados do Brasil, que participarão de atividades educativas para fortalecer habilidades em áreas como segurança online, alfabetização digital e combate à desinformação.
Carlos Haidé durante programa de intercâmbio
Redes Sociais