Conecta Sebrae Agrolab Amazônia será vitrine de negócios amazônicos


Evento online tem participação do Sebrae Maranhão com palestras gratuitas, ações de acesso a mercado e presença de 15 empresas na feira virtual de negócios. O mercado dos produtos florestais brasileiro, segmento da chamada bioeconomia, participa do conjunto das exportações mundiais com 3%. Uma participação ainda pequena no montante anual de US$ 230 bilhões revelado por estudo da Confederação Nacional da Indústria – CNI sobre o tema. Boa parte da produção se concentra na Amazônia Legal, onde o agronegócio tem presença marcante.
De 22 a 24 de setembro, é justamente o agronegócio da região amazônica a estrela do Conecta Sebrae – Agrolab Amazônia, evento 100% digital organizado pelo Sebrae, que vai conectar grandes players do setor, tecnologia e potenciais mercados, reunindo especialistas e empresários, pesquisadores e técnicos de instituições que atuam na região.
O evento promete ser uma grande vitrine virtual do agronegócio regional, abrindo oportunidades de crescimento para o setor no contexto geral da economia e além fronteiras. Entre os objetivos está o apoio e a promoção de negócios agrários e o debate sobre soluções para problemas vivenciados na Amazônia, com alternativas que aliem desenvolvimento sustentável e crescimento econômico.
Na programação estão previstos conteúdos de orientações, palestras, oficinas, rodadas de negócios nacionais e internacionais e um grande leilão virtual, além de feira virtual com participação dos nove estados da Amazônia Legal e de países como: Bolívia, China, Estônia, Estados Unidos, Israel, Peru e União dos Países Africanos.
O Agrolab Amazônia será também um grande fórum de debates institucionais, com participação de especialistas, secretários de agricultura e governadores da região Amazônica, dentre outros, através da integração do Parlamento Amazônico, entidade que congrega as Assembleias Legislativas dos nove estados que compõem a Amazônia brasileira.
A abertura do Agrolab Amazônia, que acontece em ambiente virtual e 3D, tem participação confirmada do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.
Em ambiente virtual, Agrolab Amazônia evidencia potencial do agronegócio amazônico.
Divulgação
Participação do Maranhão
O Sebrae Maranhão é um dos parceiros do Agrolab Amazônia e participa do evento oferecendo oito palestras com especialistas sobre os seguintes temas: logística de distribuição da produção; elevação de produtividade na pecuária de leite; fabricação de bebidas lácteas; adequação das propriedades leiteiras à instrução normativa 76/77; normas sanitárias para o setor de produção de leite; benefícios da inseminação artificial na pecuária leiteira; programa Balde Cheio e oportunidades na região Tocantina e a importância do marketing e da inovação no agronegócio.
E, além disso, também articulou a presença, na feira de negócios em estandes virtuais, de 15 empresas maranhenses que vão expor produtos e serviços do agrobusiness. Estão confirmadas as participações da Fazenda Baixinha (Cachaça Capotira), Sítio Vertentes e Reserva do Zito (cachaças artesanais), Tiquira Brasil Guaaja, Açaí A +, Açaizeiro, Indústria Carajás (produtos alimentícios), Guga Fernandes Beauty (produtos alimentícios e cosméticos veganos) e Prazer do Brasil (bebidas).
“Este ano em especial com a pandemia de coronavírus, o Sebrae Maranhão viu no Conecta Sebrae Agrolab Amazônia uma oportunidade para proporcionar experiências inovadoras aos negócios rurais do Maranhão, promovendo o acesso a novos mercados e a participação nessa que será a maior vitrine do agronegócio da região amazônica. O objetivo é aproximar o setor rural maranhense de soluções de inovação relacionadas à cadeia produtiva do agrobusiness, gerar negócios e promover o acesso aos debates sobre o agronegócio regional”, analisa a coordenadora de Encadeamento Produtivo do Sebrae no Maranhão, Larissa Leite.
Como funcionará – O Agrolab Amazônia acontece em plataforma online, onde cada participante terá acesso ao ambiente virtual em três dias de intensa programação. Para ter acesso ao Agrolab Amazônia, basta você acessar o endereço www.agrolabamazonia.com e fazer o seu cadastro para receber todos os conteúdos, programação e demais detalhes do evento. Lembrando que para participar das palestras oferecidas pelo Sebrae Maranhão, você precisa estar cadastrado no evento.
Forte potencial para os negócios rurais é foco do Agrolab Amazônia.
Divulgação
Empresas buscam no Agrolab oportunidade para divulgação e prospecção de novos mercados
Para o empresário Jorge Fortes, da Cachaça Capotira, a participação na Agrolab Amazônia abre caminho para uma maior divulgação do produto, um destilado genuinamente maranhense, fabricado no município de Vargem Grande. “Nossa expectativa é bastante positiva com relação a uma maior divulgação do nosso produto, em uma região forte na economia nacional e onde o produto ainda não está presente. Também focamos a prospecção de negócios e parcerias comerciais. Vamos participar das rodadas de negócios nacionais e internacionais na perspectiva de fechar negócios”, explica Fortes.
Genuinamente maranhense, destilado será um dos produtos maranhenses em destaque no Agrolab Amazônia.
Divulgação
Já para a empresária Guga Fernandes, da Guga Fernandes Beauty, a expectativa com o evento é “das melhores”, pela oportunidade de divulgação de produtos (a linha de vitaminas e minerais, nanotecnologia, soft gel e cosméticos veganos) e por ser um ambiente de contato com tecnologias e acesso a potenciais mercados e parceiros comerciais e também de capacitação através das palestras, cursos e dos debates sobre o agronegócio amazônico. “Esse evento vai abrir inúmeras oportunidades para a nossa marca, tanto no mercado interno como no exterior”, comenta ela. “Estamos muito entusiasmados com o evento, que, mesmo sendo online, sinaliza que o mundo mudou e as pessoas e os mercados já se adaptaram às novas mudanças”, completa a empresária.
Suplementos vitamínicos da Guga Fernandes Beauty estarão na Feira Virtual Agrolab Amazônia.
Divulgação
Também em busca de parceiros comerciais e intercâmbio com mercados internacionais, a empresária Margot Stinglwagner, da Tiquira Guaaja (destilado fabricado a partir da mandioca), participa do Agrolab levando várias versões da bebida, desde a premium até a tiquira envelhecida e inovações como a Tiquero (bebida mista que tema tiquira como base, mas de sabor frutado). Segundo ela, além de divulgar os produtos, essa participação busca fechar negócios focando o mercado externo. “Nossa expectativa é fazer negócios, ampliar o leque de parcerias comerciais e o mercado para o nosso produto, que é diversificado e tem tido grande aceitação mercadológica”, afirma.
Margot Stinglwagner: nosso foco é fazer negócios e divulgar nossos produtos, prospectando novos mercados.
Divulgação
Amazônia Legal em números
A Amazônia Legal foi instituída pela Lei 1.806, de 06/01/1953, com o objetivo de definir a delimitação geopolítica para fins de aplicação de políticas de soberania territorial e econômica para a promoção de desenvolvimento regional.
A região ocupa quase 5,2 milhões de km², correspondendo cerca de 58,9% do território brasileiro. Abriga 12% da população, 8% do PIB e 10% dos imóveis rurais, a maioria dos quais de caráter familiar, com área inferior a 100 hectares.
É composta por nove estados (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão), um total de 772 municípios.
O Maranhão (181 dos 217), apesar de ser o estado com o maior número de municípios, tem apenas 79,3% do seu território (ou 261.350,785 km²) integrado à área de abrangência da Amazônia Legal.
Em 2017, a região atingiu 8% do total do PIB brasileiro – um avanço em relação aos 5,8% registrados 20 anos antes e aos 7,2% de 10 anos atrás.
Segundo dados do IBGE, a participação dos municípios da Amazônia Legal no Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu de 6,9%, em 2002, para 8,6%, em 2016.
Fontes: Ipea (2019/20) e IBGE (2018).
Empresas citadas:
Cachaça Capotira
Guga Fernandes Beauty
Tiquira Guaaja
Serviço:
Estudo da CNI sobre negócios da floresta e bioeconomia
Amazônia Legal
Lei 1.806, de 06/01/1953
Conecta Sebrae – Agrolab Amazônia
Sebrae Maranhão
Dados do IBGE sobre a Amazônia Legal
Portal do IBGE
Portal do IPEA
Conecta Sebrae Agrolab Amazônia:
Realização: Sebrae Rondônia
Data: de 22 a 24/09/2020
Inscrições: www.agrolabamazonia.com
Canais de Atendimento Sebrae:
Central de Atendimento Sebrae 0800 570 0800
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Youtube, Twitter