Ao longo de oito anos, aposentada planta mais de 3 mil Ipês nas ruas de São Luís


“Não havia jardins públicos e foi me dando uma vontade de arborizar essa cidade, de torná-la mais bonita”, explicou Denise Albuquerque ao G1. Denise planta ipês há oito anos em São Luís.
Arquivo pessoal
Na grande São Luís, a aposentada Denise Albuquerque, de 84 anos, provou que é possível colorir a cidade plantando espécies de Ipês. Há oito anos, ela resolveu começar a plantar por uma razão interessante, um histórico telegrama do escritor maranhense Sousândrade, que dizia: “No Maranhão, Pau d’Arcos em flor, saúdam a República.”
Segundo dona Denise, quando chegou a São Luís, procurou os Pau d’Arcos, como também são conhecidos os Ipês, e não os encontrou, resolveu plantá-los na intenção de deixar a região mais florida.
“A ideia surgiu quando cheguei para morar em São Luís, achei a cidade linda, mas muito parecida com um deserto, nada plantado, não havia jardins públicos e foi me dando uma vontade de arborizar essa cidade, de torná-la mais bonita”, disse a aposentada.
Os Ipês são árvores de grande porte que gostam de calor e sol pleno. É muito conhecido por sua beleza e ampla distribuição em todas as regiões do Brasil. No nordeste, eles quebram o clima provocado por um período de calor intenso e pouca chuva, colorindo a região.
Ao todo, a aposentada Denise plantou cerca de três mil ipês com ajuda de amigos e conhecidos.
“Os biomas brasileiros estão todos morrendo, então é preciso que cada um faça a sua parte, se eu fizer a minha, se você fizer a sua, se o outro fizer a dele, as coisas melhoram”, explica a idosa.
São Luís está mais florida nesta época do ano
Início da primavera
A primavera de 2020 para o Hemisfério Sul está prestes a começar: segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão do início da nova estação é para as 10h31 (horário de Brasília) de terça-feira (22). Ela termina em 21 de dezembro às 07h02.
No Nordeste, a previsão para a primavera indica chuvas próximas à média ou acima em grande parte da região. As temperaturas serão predominantemente elevadas nos estados do Maranhão e Piauí, porém, onde há a probabilidade de chuvas acima da média, os termômetros devem registrar temperaturas próximas ou levemente inferiores à média.