A derrota de um fanfarrão

A luta principal do UFC 264, realizada ontem em Las Vegas acabou de forma trágica. Após um primeiro round movimentado, com vantagem para o Dustin Poirier, uma grave lesão de Conor McGregor acabou determinando o resultado. Após sofrer diversos ataques do ‘Diamante’, o irlandês acabou fraturando o tornozelo nos segundos finais da primeira etapa e foi impedido de seguir no duelo, perdendo por nocaute técnico

O confronto entre Conor e Dustin marcou o fim da trilogia entre os atletas, iniciada em 2014. Com a vitória, Poirier conseguiu a segunda vitória sobre o ‘Notório’ na temporada e impediu o sonho de Conor em voltar a disputar o título dos leves (até 70,3kg.)

Batido novamente pelo norte-americano, McGregor segue sem vencer na categoria em mais de cinco anos. Ainda é cedo para saber a gravidade da lesão do irlandês. O combatente, que havia prometido “matar” o adversário, pode ficar afastado do esporte por tempo indeterminado até que se recupere totalmente. Agora, vitorioso, Poirier pode ter carimbado o passaporte para lutar novamente pelo cinturão linear da divisão. Com o novo nocaute, o norte-americano pode se tornar o primeiro desafiante ao reinado de Charles do Bronx.

Deixe uma resposta