quarta-feira, agosto 5, 2020
Início Saúde Biólogo Atila Iamarino sofre ataque e público responde no Twitter

Biólogo Atila Iamarino sofre ataque e público responde no Twitter

Biólogo, pesquisador e divulgador científico, Atila Iamarino é doutor em microbiologia pela Universidade de São Paulo e ganhou um novo grau de notoriedade em seu canal no YouTube durante a quarentena para combater a disseminação do novo coronavírus. Com conteúdos ao vivo, Iamarino fez vídeos que atingiram 380 mil pessoas simultaneamente. O vídeo gravado da live de 20 de março, sobre o cenário da pandemia no mundo, atingiu mais de 5 milhões de visualizações em poucos dias.

Desde então, Iamarino já deu entrevistas para dezenas de veículos de imprensa e virou referência no Brasil para falar sobre a atual pandemia e o modo como o Brasil vem lidando, com dificuldade, com o vírus. As credenciais do pesquisador não impediram que ele ganhasse um grupo de “inimigos”.

Na última semana, Iamarino tem sido alvo de ataques coordenados nas redes sociais. Os ataques o acusam de alarmismo e “fake news” por ele ter previsto, em março, que o Brasil poderia chegar a um milhão de mortos durante a pandemia. Os ataques dizem que, diante das 92 mil mortes de agora, Iamarino provou que estava errado e que apenas tentou espalhar pânico.

Os ataques parecem não levar em conta o conteúdo do vídeo. À ocasião, Iamarino divulgou um estudo do Imperial College britânico que dizia que, caso o Brasil não tomasse nenhuma medida para conter a pandemia, ele alcançaria a marca de um milhão de mortos. Caso nada fosse feito, frisa-se. O Brasil, claro, tomou diversas medidas importantes, ainda que insuficientes.

Com quarentena de quase quatro meses, que fechou escolas, universidades, restaurantes, bares e comércios, além do uso obrigatório de máscaras e investimentos em respiradores, hospitais de campanha e testagem, o País conseguiu, sim, impedir que a curva da pandemia fosse ainda pior do que está. Atualmente, o brasil é o segundo país do mundo com mais casos, mais de 2,66 milhões, e também o segundo em mortes, com mais de 92 mil.

Em apoio a Atila e contra os ataques, fãs subiram no Twitter a hashtag #ObrigadoAtila, que chegou a ficar em primeiro lugar nos Trending Topics do Brasil, que aponta as hashtags mais populares. O público agradece o biólogo pelo serviço prestado de divulgação científica durante a pandemia.

Em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo, Atila falou indiretamente sobre os ataques e alertou para as “ignorâncias” em tempos de coronavírus: “Em se tratanto de ignorância, vacinas são como a democracia, a ignorância alheia também me põe em risco”.

O deputado estadual pelo PSOL-SP chegou a postar mensagem de apoio a Atila, usando a hashtag.

The post Biólogo Atila Iamarino sofre ataque e público responde no Twitter appeared first on Exame.

MAIS NOTÍCIAS

Unicamp desenvolve diagnóstico da covid-19 por mudança de cor

Pesquisadores do Laboratório de Genômica e bioEnergia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) estão desenvolvendo um novo modelo de teste para diagnóstico da covid-19,...

MPF quer que pastor pague R$ 300 mil por prometer falsa cura da covid-19

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública contra o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, pastor Valdemiro Santiago, pela venda...

Maranhão ultrapassa os 112 mil curados do novo coronavírus

Nas últimas 24 horas, 1.351 pacientes receberam alta médica no Maranhão. Dados foram divulgados nesta terça-feira (4) pela Secretaria de Estado...

Em 24h, Maranhão registra mais de 1,4 mil novos casos e ultrapassa os 123 mil infectados pelo coronavírus

Estado registrou mais 16 óbitos por Covid-19 e total de mortos chegou a 3.085. Dados foram atualizados nesta terça-feira (4) pela...