quarta-feira, agosto 5, 2020
Início Tecnologia Google e Apple se unem para avisar usuários expostos à covid-19 no...

Google e Apple se unem para avisar usuários expostos à covid-19 no Brasil

Em uma aliança sem precedentes, Google e Apple uniram seus esforços para ajudar governos de todo o mundo a controlar a propagação de casos de covid-19. Presente em 15 países, a novidade acaba de chegar ao Brasil no aplicativo chamado Coronavírus SUS (Android, iPhone), que pertence ao Ministério da Saúde e já tem, hoje, mais de 10 milhões de downloads.

EXAME apurou que o app funciona assim: quando pessoas que têm o aplicativo Coronavírus SUS instalado no celular, seja ele com sistema operacional Android ou iOS, se cruzam em algum local, ocorre uma troca informações anônimas e criptografadas com outros celulares que tenham o mesmo aplicativo instalado. Se você teve contato com uma pessoa que teve diagnóstico positivo de covid-19, por meio do teste de anticorpos (e não do teste rápido), você recebe um alerta no app, assim como todas as pessoas que tiveram contato com a pessoa infectada.

A comunicação entre os diferentes smartphones é automática e só acontece se o usuário autorizá-la. Em vez de ser via internet, a troca de informações acontece por Bluetooh, que também precisa ser ligado pelo usuário para que o recurso do aplicativo funcione. A comunicação entre os smartphones acontece em nível de sistema operacional, por meio de uma tecnologia chamada API Exposure Notification. 

Com o aplicativo, pequenas comunidades podem rastrear o contato com o vírus e, desse modo, minimizar novos contágios. Isso pode ser feito em condomínios, instituições religiosas ou mesmo em empresas. Países como Canadá, Irlanda, Itália e Uruguai já utilizam o rastreamento do coronavírus para conter o número de novos casos. As empresas de tecnologia garantem o anonimato das informações pessoais dos usuários de aplicativos com tal finalidade.

De acordo com nota divulgada pelo Ministério da Saúde, o sistema não identifica o doente. Em vez disso, alerta sobre a proximidade com uma pessoa que informou estar infectada pelo novo coronavírus nos últimos 14 dias. Com o novo recurso no aplicativo, o ministério espera um aumento de 30% no número de usuários.

A união entre Google e Apple em um projeto em prol da saúde pública é inédita no mundo. As duas rivais disputam o topo de empresa mais valiosa do mundo, junto à Amazon, mas trocaram a competição pela colaboração para restabelecer a normalidade o mais rápido possível e, quem sabe, salvar vidas.

Veja, no vídeo de divulgação abaixo, o que é e como funciona o aplicativo Coronavírus SUS.

The post Google e Apple se unem para avisar usuários expostos à covid-19 no Brasil appeared first on Exame.

MAIS NOTÍCIAS

Unicamp desenvolve diagnóstico da covid-19 por mudança de cor

Pesquisadores do Laboratório de Genômica e bioEnergia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) estão desenvolvendo um novo modelo de teste para diagnóstico da covid-19,...

MPF quer que pastor pague R$ 300 mil por prometer falsa cura da covid-19

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública contra o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, pastor Valdemiro Santiago, pela venda...

Maranhão ultrapassa os 112 mil curados do novo coronavírus

Nas últimas 24 horas, 1.351 pacientes receberam alta médica no Maranhão. Dados foram divulgados nesta terça-feira (4) pela Secretaria de Estado...

Em 24h, Maranhão registra mais de 1,4 mil novos casos e ultrapassa os 123 mil infectados pelo coronavírus

Estado registrou mais 16 óbitos por Covid-19 e total de mortos chegou a 3.085. Dados foram atualizados nesta terça-feira (4) pela...