domingo, julho 12, 2020
Início Tecnologia Após reunião no BC, Whatsapp diz que busca retomar sistema de pagamentos

Após reunião no BC, Whatsapp diz que busca retomar sistema de pagamentos

Depois de se reunir com o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto na quarta-feira, o WhatsApp disse, em nota, que busca retomar com o seu sistema de pagamentos “o breve possível”.

O serviço de pagamentos e transferências pelo aplicativo lançado na semana passada foi suspenso pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pelo BC na terça-feira. Especialistas apontam que a suspensão aconteceu devido a preocupações com a competitividade do setor e com a segurança dos usuários.

No comunicado assinado pelo chefe da empresa, Will Cathcart, a empresa afirma que trabalhará em conjunto com parceiros e com autoridades brasileiras para voltar com o serviço.

“Ontem nos reunimos com as autoridades do Banco Central e estamos animados em permitir que os brasileiros enviem pagamentos seguros e sem dinheiro físico no WhatsApp o mais breve possível. Isso é ainda mais crítico enquanto as pessoas estão isoladas e as empresas enfrentam sérios desafios econômicos devido ao Covid-19”.

Na tarde de quarta-feira, o presidente do BC e alguns diretores receberam representantes do Facebook, dono do WhatsApp, e da própria empresa do aplicativo de mensagens. Segundo a nota do WhatsApp, o BC disse que gostaria de encontrar uma solução para o problema.

“O Banco Central expressou sua intenção de encontrar um caminho com a Visa e a Mastercard para que o serviço prossiga, além de envolver outras autoridades para resolver quaisquer dúvidas pendentes”.

Outra preocupação do Banco Central concerne o Pix, o programa de pagamentos instantâneos promovido pela autoridade monetária, que deve entrar em funcionamento em novembro. Em nota publicada no início da semana, o BC ressaltou a importância de um sistema competitivo, aberto, seguro e transparente.

Na nota do WhatsApp, Catchart afirma que a empresa manifestou seu apoio a essa ideia.

“O WhatsApp afirmou seu apoio a um modelo pró-competitivo e aberto para pagamentos e também seu compromisso em fornecer pagamentos via PIX tão logo o sistema esteja disponível. O Banco Central ressaltou que respalda plataformas como o WhatsApp que estão inovando em pagamentos digitais e criando novas maneiras de apoiar pessoas e pequenas empresas em todo o Brasil.”

A consultoria Arko Advice, em nota a clientes, aponta que o BC deve rever a suspensão. Segundo essa informação, a tendência é que o Banco Central libere o serviço, “apesar de possíveis regulamentações”.

The post Após reunião no BC, Whatsapp diz que busca retomar sistema de pagamentos appeared first on Exame.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS NOTÍCIAS

Uso de ivermectina não é recomendado contra coronavírus, reforça Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou que o uso de ivermectina não é recomendado para o tratamento de pacientes com o novo...

Maranhão chega a 76 mil pessoas curadas do novo coronavírus

Estado tem ainda 19.051 pessoas em tratamento, sendo 18.293 em isolamento domiciliar, 429 em enfermarias e 329 em leitos de UTI....

Médica é afastada do Einstein após comparação entre pandemia e holocausto

A médica Nise Yamaguchi foi afastada do Hospital Israelita Albert Einstein. Em nota, o hospital paulistano alega que a oncologista e imunologista estabeleceu analogia...

Maranhão se aproxima dos 100 mil casos de Covid-19, o 6º com mais registros no país

São 98.398 casos registrados até este sábado (11), com 2.426 mortes. Em todo o mundo, diversos estudos tentam descobrir uma droga...